Insônia – O Que Fazer?

A insônia é um distúrbio do sono que pode ter causas orgânicas ou psíquicas e se caracteriza pela dificuldade para adormecer ou pode manifestar-se nos estágios intermediário ou final do sono, a insônia pode ser frequente ou esporádica. Um sono reparador precisa de sete a oito horas dormindo para a pessoa revigorar suas energias e acordar disposta.

Há quem considere suficientes 4 ou 5 horas de sono, porém algumas pesquisas afirmam que essas pessoas precisam de mais horas de sono. A insônia comumente se manifesta em fases de estresse, e pode estar associada a doenças como a depressão, ou períodos que causam modificações a fisiologia do corpo, como terceira idade, menopausa e gravidez.

Pesquisas apontam que o desgaste do cotidiano, ou situações limite são as causas mais comuns que provocam a produção inadequada de serotonina.

Adotar bons hábitos para reeducar o organismo são fatores importantes para combater a insônia. É importante adotar um horário para dormir e procurar segui-lo, o relógio biológico trabalha melhor quando habituado a horários regulares.

Fatores como se deitar cada noite em horário diferente, fixar a visão na tela de eletrônicos antes de dormir e a falta de prática de exercícios físicos são fatores suficientes para a dificuldade que muitas pessoas tem de pegar no sono.

Principais Causas da Insônia

O estresse, a ansiedade que também pode levar a depressão, como já mencionamos em outro artigo, são causadores da insônia, Esses fatores também podem levar a pessoa ao consumo excessivo de alimentos e outros estimulantes como por exemplo o café, motivos que também contribuem para os distúrbios do sono.

 

Listamos abaixo outras causas da insônia:

• Ansiedade
• Depressão
• Dores
• Cafeína, Nicotina, Alcool
• Uso prolongado de remédios para dormir
• Jet Lag
• Uso contínuo de eletrônicos até antes de dormir.
• Alterações Hormonais
• Drogas ilícitas

Como Combater a Insônia

Para uma reparadora noite de sono é necessário e importante algumas mudanças de hábitos, veja também outras maneiras de combater esse mal:

1. Tratamento Natural

Pessoas que sofrem de insônia podem amenizar os sintomas ingerindo chás calmantes como camomila, hortelã, maracujá ou erva cidreira, por exemplo. Pode-se utilizar óleos essenciais como lavanda, uso de florais, tratamentos fitoterápicos ou massagens. A massagem com óleos essenciais de amêndoas, flor de lima, bergamota e alfazema é ótima para combater os distúrbios do sono.

 

Mudança de Hábitos

Mudar nossos hábitos é uma forma efetiva de combater a insônia e ajuda a aumentar os níveis de melatonina que favorecem a boa noite de sono:

• Procurar dormir sempre no mesmo horário;
• Evitar ficar longos períodos na cama durante o dia;
• Não mexer em eletrônicos: celulares, tablet, computadores horas antes de dormir;
• Evitar sonos prolongados durante o dia;
• Fazer atividade física;
• Evitar barulhos e luzes no quarto;
• Manter os aparelhos eletrônicos longe da cama, se possível fora do quarto, o eletromagnetismo
emitido pelos aparelhos interferem na qualidade do sono;
• Procurar comer alimentos mais leves horas antes de dormir.

Terapias Complementares ou Holísticas

Terapias integrativas e complementares são terapias que utilizam conhecimentos tradicionais e recursos voltados à equilibrar o campo energético dos corpos.

Todo distúrbio nasce no campo emocional e a manifestação desses distúrbios no corpo físico representam o desequilíbrio das emoções e sentimentos, esse acúmulo impacta na saúde do corpo físico, podendo causar várias enfermidades.

As práticas integrativas e complementares não substituem o tratamento médico convencional, mas são um complemento importante para o equilíbrio da saúde e são grandes aliados no combate a insônia, ansiedade, estresse e depressão.

Reiki

O Reiki é um forte aliado ao tratamento do transtorno de ansiedade que é a base para se chegar a sofrer de insônia. O tratamento também se utiliza de exercícios de respiração e concentração o que promove o relaxamento.

Através do Reiki é possível alinhar os centros de energia do corpo, chakras, e esse alinhamento promove o equilíbrio energético necessário para manter a saúde mental, emocional e física.

A prática do Reiki é segura e não está ligada a nenhuma religião, é aceita por pessoas de diferentes crenças.

O Reiki diminui os sintomas de estresse, promovendo sentimento de paz interior e bem estar. Por isso é indicado para tratamento de depressão, ansiedade, alívio das dores, tensões e fadiga muscular, os resultados são sentidos já nas primeiras sessões. O Reiki desacelera , muda a vibração e produz ondas alinhadas nos chakras responsáveis pelos órgãos afetados.

Como o Reiki leva ao relaxamento, aumenta a sensação de bem-estar provocando um aumento da liberação de hormônios como serotonina e endorfina. O Reiki melhora a qualidade de vida da pessoa, porque libera tensões emocionais promovendo a limpeza da mente, transformando pensamentos negativos e pensamentos bons, promove o relaxamento interior, devolve sentimentos de alegria, autoconfiança, esperança, melhora a autoestima e bem estar, o que motiva a pessoa à realizar as tarefas com mais ânimo.

A prática do Reiki não substitui tratamentos prescritos pelo médico como pressão alta, diabetes, asma, depressão como exemplo, é uma terapia de cura complementar.

Tratamento com Remédios

A insônia pode ser tratada com o uso de medicamentos ansiolíticos, porém só devem ser utilizados com acompanhamento médico, mas devem ser o último recurso , uma vez que esses remédios causam dependência e possuem sérios efeitos colaterais.

Clique aqui e conheça os métodos de terapia complementar que podem te ajudar no combate a insônia.

Referências:

Medicina do Sono, Fernanda L.M. Haddad e Luiz C. Gregório

Mente Ansiosas, Ana B.B. Silva

 

Baixe Grátis!

Se você se sente ansioso, com dores, com medo, humor alterado, depressão, este e-book é para você!

Protegeremos seu E-mail, fique tranquilo, somos contra SPAM.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!