O Poder Curativo das Pirâmides

Nenhum outro objeto no mundo chama mais a curiosidade da humanidade do que as grandes pirâmides. A maior, mais perfeita e compacta estrutura já levantada chega a intrigar e a desafiar o conhecimento e a tecnologia da atualidade. Mas não é só a estrutura dessas grandes construções que tem chamado a atenção de grandes estudiosos, mas também o poder curativo das pirâmides , inclusive para rejuvenescimento.

Todas as Pirâmides estão construídas sobre o que chamamos de “linhas de Ley.  Quando pensamos em chakras ou nas linhas energéticas que correm no corpo (aquelas usadas na acupuntura)  vem à  mente os centros de energia do corpo humano, porém, nosso planeta, que é um organismo vivo, também possui seus pontos de energia para ajudar a manter seu equilíbrio. E tudo o que está vivo precisa da energia vital para se manter e essa conexão, essa troca é feita pelos vórtices de energia, chakras,  tanto nos seres humanos quanto no planeta. Os chakras ou pontos de energia do planeta são locais físicos, são vários vórtices de energia espalhados que estão conectados através de uma rede de linhas , chamadas de linhas Ley, que são como se fossem as veias da Terra e através de seu campo poderoso, permitem uma conexão entre o planeta, os seres que o habitam e o mundo espiritual. Os pontos onde essas linhas se cruzam seriam os pontos altos de energia, altas concentrações de carga elétrica, os chakras ou vórtices do planeta.

Linhas Ley

As linhas Ley teriam a capacidade de extrair energia dos pontos vibracionais elevados e espalhá-las pelo mundo. Nos pontos de intersecção estão construídos templos sagrados e grandes monumentos, como as Pirâmides do Egito, Machu Picchu, Stonehenge e Angkor Wat. Acredita-se que civilizações antigas conheciam o poder e a energia das linhas Ley, esse fato se deve ao alinhamento de algumas construções antigas feitas sob esses traçados energéticos.

Os chineses conhecem as linhas ley pelo nome de veias de dragão, para os xamãs sul americanos são as linhas espirituais, os aborígenes australianos a conhecem como linhas dos sonhos. E outro fato curioso é que existe um alinhamento perfeito entre as constelações astrológicas, no locais onde as linhas Ley se encontram. As pirâmides originais foram construídas sobre estes pontos, pois utilizavam-se dos alinhamentos com estrelas, planetas e centros energéticos. Por volta de 1930 o radiestesista francês Antonio Bovis em uma visita a pirâmide de Quéops, no Egito, descobriu corpos de gatos e outros pequenos animais mumificados que morreram dentro da pirâmide, mais precisamente no compartimento chamado de Câmara do Rei, o curioso foi que apesar de mortos há vários dias, alguns estavam com os corpos sem nenhum sinal de decomposição e outros em estado mumificado.

Estudos e Pesquisas

Bovis construiu uma maquete da pirâmide de Quéops, com 75cm de altura, e a colocou no sentido norte-sul do campo magnético terrestre e, a um terço da sua altura, onde supostamente estaria a Câmara do Rei, colocou o cadáver de um gato e este se mumificou, da mesma forma como aqueles corpos nas pirâmides do Egito. Após várias experiências concluiu que a energia da pirâmide teria detido o processo de decomposição.

O Engenheiro tcheco, Karel Drbal, construiu uma réplica da grande pirâmide de Quéops e colocou lâminas de barbear no seu interior durante algum tempo, após isso constatou que mesmo colocadas em réplicas das pirâmides com a proporção das medidas da grande pirâmide, mantinham as lâminas de barba afiadas por muito mais tempo do que o normal. As Lâminas dessa experiência tinham uma vida útil 5 vezes maior que as normais e, segundo Drbal, esse efeito se deve pela desidratação rápida, que elimina a umidade nos espaços inter-cristalinos do fio da lâmina e pela ação sobre a estrutura microscópica da matéria, que elimina o efeito de “fadiga do metal” causado pelo uso.

Outros estudiosos concluíram que o alinhamento norte-sul magnético, indica que os efeitos teriam alguma relação com o campo magnético do planeta e que de algum modo as ondas de energia das pirâmides são polarizadas.

Pirâmides Utilizadas em Unidades de Saúde

O doutor Ulises Salinas, médico,  utiliza desde a década de 90 a terapia com pirâmides nas unidades de saúde em Cuba. Segundo ele, a partir da bioenergia gerada no centro da réplica da pirâmide, é possível ministrar a energia vital necessária, obtendo resultados positivos na melhora de dores, inflamações, afecções cirúrgicas e outras patologias como hipertensão, asma, infecções e também ações analgésicas e anti-inflamatórias, sedativas e efeito relaxante. O procedimento do poder curativo das pirâmides foi oficializado pelo Conselho Científico Nacional de Medicina natural e Tradicional de Havana, respaldando a pirâmideterapia.

Como qualquer tratamento complementar, jamais deve-se interromper um tratamento médico, a terapia com pirâmides complementa e potencializa o tratamento médico, mas não o substitui.

Materiais Utilizados

O ser humano é atraído por mistérios do desconhecido. A Pirâmide é um desses mistérios, sua existência o instiga a saber todos os segredos que ela esconde. Os estudos concluíram que, mantendo as devidas proporções geométricas, as réplicas emanam as mesmas energias curativas das das pirâmides originais e podem ser construídas de diversos materiais como papelão, madeira, fibra de vidro, material plástico e metais.

Os Modelos de pirâmides, variando de tamanho desde alguns centímetros ou vários metros, foram construídos e usados para abrigar uma variedade de objetos, tanto animados quanto inanimados e também seres humanos. As pesquisas parecem indicar que o material com o qual esses modelos são construídos pouco influência sobre os resultados. Em geral, as pequenas pirâmides tem sido feitas de papelão e madeira, e as maiores, de madeiras, fibra de vidro, vidro e material plástico.

 

A presença de metal na pirâmide, seja interno ou externo, parece tanto inibir quanto aumentar as propriedades eletromagnéticas do espectro da energia. A duração do tempo que os objetos são deixados dentro da pirâmide estão baseados nos resultados obtidos em estudos e experiências. Foi observado que alimentos deixados nas pirâmides durante determinado período, são preservados por mais tempo, a água fica mais purificada, as plantas obtém um crescimento maior e as sementes germinam mais rapidamente.

Os seres humanos que ficam dentro de uma pirâmide desde alguns minutos até algumas horas, obtém maior relaxamento, melhorias nos estados de contemplação e meditação, cura, tranquilidade e até rejuvenescimento.

O clima de estímulo em relação às pirâmides de fabricação doméstica, foi desencadeado em 1970 com a publicação do livro:  Psychic Discoveries Behind the Iron Curtain (Descobertas Psíquicas por trás da Cortina de Ferro), por Sheila Ostrander e Lynn Schroeder. Após sua publicação vários grupos de investigadores investiram em numerosas e curiosas experiências, como por exemplo:  jóias e moedas aparentemente escurecidas e opacas , são polidas pelas forças da energia que agem dentro das pirâmides. O leite permanece fresco por muito mais tempo, vários dias e não azeda, após alguns dias resulta em iogurte. Já o leite deixado fora da pirâmide azeda rapidamente.
As flores se desidratam, porém conservam sua forma e cores.  Cortes, arranhões, queimaduras, etc. aparentemente saram mais rápido depois de expostos ao espaço interior da pirâmide.

Tem-se reportado que dores de dentes e enxaquecas foram eliminadas, e várias pessoas aliviaram suas dores reumáticas e artríticas após se sentarem durante algum tempo dentro de uma pirâmide.

Segredo Curativo

As plantas crescem com mais vigor, e mais rápido dentro das pirâmides. Experiências mostram que usar água tratada dentro de uma pirâmide ajudam a digestão e a curar ferimentos lavados com essa água mais rapidamente. Utilizada como loção facial, trata a pele dando ar de rejuvenescimento. Colocar essa água numa folha de papel absorvente e deixar descansar por alguns minutos sobre a pele também ajuda a tratar a pele e promover o rejuvenescimento. Bebidas como sucos, café e vinhos também teriam um sabor mais agradável quando deixados algum tempo dentro de uma pirâmide. Carnes embaladas em folhas de alumínio que foram deixadas antecipadamente por algum tempo numa pirâmide teriam o tempo de cozimento reduzido.

Pessoas que fazem terapia com pirâmides e ficam algum tempo dentro delas, relatam melhoria do bem estar e sentem-se mais revitalizadas, além de se sentirem mais relaxadas, algumas pessoas relataram inclusive perda do excesso de peso.  De acordo com muitos especialistas, as pirâmides terapêuticas, podem ser estruturas fechadas ou vazadas, feitas com armação de canos ou varetas. O material depende da finalidade para a sua utilização.

Pirâmides de cobre são úteis para a meditação, pois são as que mais estimulam o autoconhecimento e a intuição. Construídas com latão possuem uma vibração que gera regeneração, renascimento e transformação. Pirâmides de cristal possuem alto poder energético e são genéricas, para todos os casos, em função das suas amplas propriedades. Pirâmides de alumínio são eficazes na matéria densa e vibram em ressonância com as coisas materiais, terrenas. Pirâmides de prata podem ser utilizadas para apaziguar conflitos entre pessoas, servindo de equilíbrio entre as forças opostas. Pirâmides de ouro funcionam como amplificadores do nosso campo vibratório magnético, equilibrando-o e liberando a energias nocivas que possam impactar na nossa energia vital.

Cidade Submersa

Uma das mais importantes descobertas arqueológicas chama a atenção de cientistas, mas por motivos desconhecidos esse fato é ignorado pela imprensa ocidental. Há alguns quilômetros de uma ilha chama Yonaguni, foram encontrados restos de uma cidade muito antiga, submersa, a idade desses monumentos foi calculada em 11.000 anos, seriam uma das edificações mais antigas do planeta, nesse local foram encontradas grandes estruturas que teriam sido construídas pelo homem e curiosamente uma construção enorme com cerca de 200 metros de comprimento, uma pirâmide no modelo das astecas e maias, alinhadas de acordo com os pontos cardeais.

O fato de Angkor Wat, templo antigo no Camboja estarem alinhados com a Constelação do Dragão, os Templos astecas estarem alinhados com a constelação do urso, a pirâmides encontradas na China estarem alinhadas com a Constelação de Gêmeos e as Pirâmides do Egito estarem alinhas com a Constelação de Orion, seria uma simples coincidência?

As Pirâmides e a Energia

Apesar de não se conhecer seu funcionamento, parece provável que a própria configuração da pirâmide concentre e condense certas ondas eletromagnéticas. A própria forma da pirâmide parece atrair uma quantidade maior que a normal das forças magnéticas da terra. As pirâmides, pelo seu formato, acumulam diversos tipos de energia e ainda não há uma explicação científica para entender o poder emanado pelas pirâmides. O que se conhece é que a forma piramidal possui inúmeros centros de energia, os quais chamamos de chakras e são bem parecidos com o corpo humano.

Diariamente são descobertas novas funcionalidades para a pirâmide. Há muitos pesquisadores e estudiosos no mundo que seguem realizando experiências sobre o funcionamento e a energia das pirâmides. Apesar de antigas, não se sabe tudo em relação às pirâmides, há apenas fragmentos de informações indicando que a pirâmide é um microcosmo dentro do universo, construída nas formas geométricas da natureza. Suas medidas representam as relações matemáticas das verdades universais e sua forma representa um poderoso receptor e gerador de energia cósmica. Seria a pirâmide um portal para o passado e para o futuro, qual a sua opinião a respeito?

Baixe Grátis!

Se você se sente ansioso, com dores, com medo, humor alterado, depressão, este e-book é para você!

Protegeremos seu E-mail, fique tranquilo, somos contra SPAM.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!